Header Ads

PUBLICIDADE

Em Paulista, ação planejada do Comitê de Crise agiliza trabalho de limpeza de manchas de óleo no Janga

Assim que as primeiras informações sobre a presença de manchas de óleo na praia do Janga surgiram, o Comitê de Crise da Prefeitura do Paulista colocou em prática o planejamento de trabalho montado para minimizar os estragos ambientais provocados pela substância de origem desconhecida. A ação de limpeza do mar contou com um efetivo de 70 homens da prefeitura e 150 voluntários de ONG’s ligadas ao meio ambiente e moradores da cidade, tendo o apoio de máquinas e caminhões do município que realizaram a remoção do material. O Governo do Estado também enviou mais de 20 servidores, entre bombeiros, policiais militares e técnicos da CPRH. Ao todo, 25 toneladas de óleo foram retiradas do mar até 15h30.
“Mesmo com o monitoramento que estamos fazendo por meio de drones, não conseguimos identificar a mancha de óleo que chegou nesta manhã a nossa orla. Acreditamos que ela tenha surgido por conta de alguma corrente marítima ascendente. De imediato acionamos todos os órgãos que fazem parte do comitê de crise para atuar aqui no Janga”, comentou Robertinho Couto, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente, que fez questão de reforçar que a prefeitura está distribuindo os EPIs necessários aos voluntários.
Para facilitar o trabalho coletivo na praia, a prefeitura e um grupo de voluntários montaram uma estrutura na área para fornecer água e alimentos. Nesse momento, a ajuda de todos é bem-vinda. “Estamos preocupados também em oferecer o melhor suporte para quem está trabalhando na limpeza da praia. Tem muita gente querendo ajudar. Não vamos restringir o apoio da população. Essa é uma ação coletiva. Mas vamos orientar e dar condições para que ninguém corra risco”, salientou o Robertinho Couto.
O trabalho realizado pelo município conta o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH). Nesta quinta-feira (22), representantes da prefeitura se reuniram com gestores estaduais para viabilizar a montagem do Comitê de Crise e definir estratégias de atuação. O prefeito Junior Matuto participou do encontro e colocou os órgãos municipais à disposição. Hoje estão atuando na ação funcionários do Gabinete do prefeito, Serviços Públicos, Meio Ambiente, Defesa Civil, Saúde, entre outros. 
O QUE FAZER – Caso novas manchas de óleo sejam identificadas nas praias do município, a população pode acionar a prefeitura por meio da Secretaria Executiva de Meio Ambiente (3433.1311 / 99882.8387) e da Guarda Municipal (153). Evite contato com a substância sem EPIs.

Nenhum comentário