Header Ads

PUBLICIDADE

Rede municipal do Paulista vivencia dia do professor com espetáculos e entregas de prêmios

Professores que inspiram, professores que educam, professores que transformam. Em uma noite memorável, a Secretaria de Educação do Paulista vivenciou nesta quinta-feira (31.10), o dia do professor, que foi comemorado no dia 15 de outubro. O evento aconteceu no Teatro Guararapes e representa o reconhecimento da gestão por todo o trabalho desempenhado pelos professores no desenvolvimento da educação no município.

Carina Araújo foi aprovada no último concurso público realizado pela Secretaria de Educação. Ela está na rede municipal há pouco mais de um ano e é professora da Escola Municipal Anísio Teixeira, em Alameda Paulista. “Esse primeiro ano está sendo muito proveitoso para mim. A rede municipal de ensino do Paulista é uma rede muito acolhedora. Fui recebida muito bem, a gestora é maravilhosa e o corpo docente também é incrível. Estou gostando bastante!”, destacou a professora.

Os professores puderam levar seus familiares para confraternizar. Teve entrega de kits com camisa e garrafinha, teve sorteio de brindes, e um ponto de tiragem de fotos instantâneas foi montado no hall do Centro de Convenções de Pernambuco.

Durante a comemoração, foi lançado o programa “Práticas que inspiram”, que está focado no trabalho dos professores em sala de aula. O processo de inscrição contou com a participação de 113 professores, onde destes, cinco projetos foram escolhidos e premiados.

Na categoria Educação Infantil, a escolhida foi a professora Wanessa Maria da Silva, do Centro Municipal de Educação Infantil, o CEMEDI Irmã Linda, em Engenho Maranguape, que apresentou o projeto “Irmã Linda do Sertão”.

Na categoria Anos Iniciais, a professora Manuela Martins, do Grupo Escolar Frei Guido, em Mirueira, foi premiada por conta do projeto “No museu está minha história: um mergulho na cultura nordestina”.

Na categoria Anos Finais, Micheliny Cavalcanti, professora da Escola Manoel Gonçalves, foi premiada com o projeto “Inglês é pra mim, sim! Oxente!!”.

Na categoria Ensino de Jovens e Adultos (EJA), Emanoel Ribeiro, professor da Escola Susie Régis, em Jaguarana, foi escolhido por conta do projeto “Gêneros textuais: lendo, refletindo e escrevendo”.

E na categoria Educação Especial, o projeto escolhido foi “Vem ver”, da professora Nilma Gonçalves.

O secretário de Educação do município, Carlos Junior, frisou sobre as parcerias no resultado dos índices da educação. “Nas últimas edições, realizamos a vivência em dois turnos (manhã e tarde), e nesta edição decidimos realizar uma vivência cultural, à noite, trazendo a Música Popular Brasileira, e a cultura nordestina, como forma de homenagear os professores pelo destaque que estamos tendo no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e no Índice de Desenvolvimento da Educação em Pernambuco (IDEPE), além de também sermos destaque nas parcerias realizadas com e entes privados como o Instituto Itaú Social, Fundação Lemann e IQE (Fiat-Chrysller), que estão investindo na nossa rede, pois sabem temos compromisso, a gestão municipal e todo o corpo de técnicos e professores, com o desenvolvimento da nossa educação”, frisou o secretário.

Representando o prefeito Junior Matuto, o chefe de gabinete Francisco Padilha aproveitou o momento para agradecer aos professores pela elevação dos índices da educação em Paulista. “Esse evento não é apenas para reunir os professores, mas também é para agradecê-los por tudo que eles tem feito pela educação pública do nosso município. Estamos aqui para comemorar a elevação nos índices de qualidade da educação, demonstrando o trabalho conjunto que temos desempenhado desde 2013 na melhoria da educação em Paulista, oferecendo melhores condições de trabalho, e reduzindo os índices de evasão escolar”, concluiu.

Para o secretário-executivo de educação, Emanuel Souto, a vivencia é uma oportunidade de integrar toda a rede municipal de ensino. “É uma atividade que estamos promovendo na perspectiva de também ampliar os horizontes culturais dos professores. Tanto é que estamos trazendo o melhor da MPB, trazendo o poeta Jessier Quirino, que também é um artista popular, e fazendo desse momento, um momento para homenagear, para enaltecer o trabalho dos professores”, concluiu.

O espetáculo contou com a apresentação de membros do Conservatório Pernambucano de Música, que tocaram clássicos da MPB, e com a apresentação do poeta Jessier Quirino, que trouxe poesias que retratam a cultura nordestina.

O poeta descreveu a responsabilidade de se apresentar para uma plateia repleta de professores. “Pra mim é uma alegria enorme em poder me apresentar para uma plateia enorme, e uma responsabilidade maior ainda pelo fato de ser aplaudido por professores, seus familiares e amigos, e de poder contribuir com a nossa tradição e com a nossa cultura popular”, concluiu.

Nenhum comentário