Header Ads

Prefeitura do Recife requalifica equipamentos culturais durante pandemia

A pandemia fechou as portas dos teatros e museus da capital pernambucana, silenciou aplausos e esvaziou plateias, mas o trabalho não parou dentro dos espaços culturais geridos pela Prefeitura do Recife, que estão entre os mais concorridos e importantes da cidade. Enquanto as cortinas não podem abrir e o atendimento ao público não é retomado, os prédios, a maioria com muitas décadas de história, estão recebendo serviços de reparo e requalificação de estruturas e instalações, coordenados pela Gerência Geral de Arquitetura e Engenharia da Fundação de Cultura Cidade do Recife.

A maior intervenção está em curso no Teatro Santa Isabel, onde todo o sistema de climatização, em uso há mais de 44 anos, começou a ser refeito. O serviço consiste na atualização do sistema de condensação de água gelada, com a  substituição de 90% do maquinário antigo por uma aparelhagem nova, que vai assegurar maior conforto térmico, além de agregar indicadores contemporâneos ao sistema de refrigeração do teatro, como eficiência energética.

A nova Central de Água Gelada será subterrânea, como a antiga, mas exigiu adequações nos bastidores do teatro. Os antigos equipamentos já foram desmontados e retirados e a casa de máquinas está sendo ampliada para a instalação das novas máquinas, que já estão no teatro. Até a conclusão da requalificação, serão substituídos todos os equipamentos que compõem a Central de Água Gelada, desde os chillers e as torres de condensação até os fan coils da plateia, saídas que levarão o ar frio até o público. A obra, que foi precedida por um estudo detalhado de engenharia mecânica para mapear todas as falhas do antigo projeto de climatização do Santa Isabel tem conclusão prevista para meados de novembro. O investimento total da requalificação será de R$ 1,2 milhão, recurso todo proveniente do orçamento do poder público municipal.

Nos teatros Apolo e Hermilo Borba Filho, também estão sendo implementadas melhorias nos sistemas de climatização, com a substituição de todos os equipamentos que, em função do tamanho dos teatros, são de menor porte. Alguns dos equipamentos que estão sendo substituídos tinham mais de 25 anos de uso.

Outro espaço cultural mantido pela Prefeitura do Recife que está recebendo melhorias durante a pandemia é o Museu Murilo La Greca, cujo sistema de climatização está sendo refeito, com a substituição da central de ar condicionado do tipo multisplit. Lá, o maquinário já somava quase três décadas de uso.  Nos teatros Apolo e Hermilo e no Murillo la Greca, as melhorias devem ser concluídas em outubro.

Nenhum comentário