Header Ads

Em homenagem aos que contribuem para a economia da cidade, Dia do Feirante é comemorado neste domingo

Você sabia que no Dia 25 de agosto (domingo) é comemorado o Dia do Feirante? Esta data é especial para esses profissionais que colaboram na movimentação da economia regional e nacional, além de contribuírem para que o alimento chegue à mesa das famílias da cidade.
Aqui em Paulista, os feirantes do centro da cidade também são considerados peças fundamentais para o desenvolvimento da cidade, e segundo, Taciana Pereira, vendedora de utensílios de cozinha, a experiência em ser vendedora na cidade ajuda no sustento da casa e traz satisfação. “Há 2 anos eu decidi vender alguma coisa para ajudar no sustento, pois eu estava desempregada e queria ser dona do meu próprio negócio. Sendo feirante, vejo como vantagem o nosso tempo de trabalho, pois, a gente é quem faz o nosso horário, porém, quando a época de vendas está baixa, fica mais difícil levarmos uma boa quantia de dinheiro para casa”, afirmou a feirante.
“Sempre dá pra levar um ‘trocadinho’ para casa. Estou há 6 anos aqui como feirante e sempre quis ser dono do meu próprio negócio. Uma das maiores dificuldades que encontro até hoje é quando chove e não conseguimos vender o tanto que vendemos nos dias de sol, mas, mesmo assim, vamos vendendo com essa alegria, que depois dá tudo certo”, assim disse o vendedor de tubérculos, Ladjúnior de Lima.
Não há registros que documentam a origem das feiras livres nas grandes cidades, pois alguns estudiosos afirmam que em 500 a.C. já se realizava essa atividade no Oriente Médio. Todavia, no Brasil, há historiadores que acreditam que o início da primeira feira livre aconteceu no país em 1914.
O dia 25 de agosto foi definido para homenagear estes trabalhadores que possuem uma rotina de trabalho bem cansativa e exigente. E este primeiro comércio livre aconteceu em São Paulo, no bairro Santa Efigênia, e logo após foi legalizada.

Nenhum comentário